Pastora Lésbica Lanna Holder comenta prisão de ativistas gays que se beijaram durante culto: “Somos o alvo dos hipócritas de plantão”

18/09/2013 21:30

Você pode escrever aqui...

Pastora Lésbica Lanna Holder comenta prisão de ativistas gays que se beijaram durante culto: “Somos o alvo dos hipócritas de plantão”

A pastora lésbica Lanna Holder, líder da “igreja inclusiva” Comunidade Cidade de Refúgio, emitiu uma nota através da sua assessoria de imprensa comentando a prisão de um casal de ativistas gays que se beijavam durante um culto ministrado pelo pastor Marco Feliciano (PSC-SP). Usando trechos a oração do “Pai Nosso”, Holder levantou um questionamento do que fazer quando são “atingidos pelo mal e sentimos que somos o alvo dos hipócritas de plantão”.

Afirmando que a única coisa a se fazer nesse caso é orar, a pastora diz que os gays são excluídos das “reuniões sagradas” de líderes evangélicos, mas afirma que esses líderes não pedem os excluir da paternidade divina. Ela afirma ainda que somente o dome de Deus “ensina a verdadeira santidade”, ressaltando que o diabo é religioso.

- Por isso leis são mudadas e beneficiados são os que buscam a integridade. Que a coragem de viver sem máscara alcance a todos, porque essa é a tua vontade, que todos sejam adoradores sem máscaras, afinal o Senhor ainda salva hipócritas! – ressalta a líder da Cidade de Refúgio, em seu pedido para que a vontade de Deus venha à terra.

Em sua oração, Lanna Holder pede ainda pelo “pão nosso de cada dia, a graça de cada dia, a igualdade de cada dia, o respeito de cada dia, e a verdade de cada dia”, ressaltando que o pão é um direito das minorias.

Ela também pede perdão pelos que são conduzidos pela “justiça própria a fazer justiça”, e completa: “Quando ofendemos com atitudes os que não nos aceitam e não respeitamos o seus espaços e opiniões. Quando querendo respeito não me dou o respeito. Quando acredito que eles precisam me aceitar, quando na realidade a Tua aceitação já me basta”.

A pastora segue sua nota, em forma de oração, pedindo para ser ensinada a amar os inimigos e para que seu amor não seja apenas uma explosão pentecostal de um hino ou sermão de sucesso” e afirmando que decidiu perdoar aqueles que os expõem publicamente.

- Tua é a glória e somente tua, mesmo quando somos movidos pelo narcisismo de a qualquer custo promover nossa imagem, a glória continua sendo tua – finaliza.